Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Transcritório - Traduções Low-Cost

Traduções oficiais. Línguas: Português, Inglês, Francês, Italiano, Alemão e Espanhol (incluindo catalão). Se precisar de outras línguas, contacte-nos.

Transcritório - Traduções Low-Cost

Traduções oficiais. Línguas: Português, Inglês, Francês, Italiano, Alemão e Espanhol (incluindo catalão). Se precisar de outras línguas, contacte-nos.

TRANSCRITÓRIO - TRADUÇÕES LOW-COST https://www.transcritorio.com/
12.06.18

MATRICULAR OS FILHOS SEM SAIR DE CASA

Transcritório - Traduções Low-Cost
Ainda não matriculou os seus filhos? Utilize o serviço Matrícula Eletrónica e evite deslocar-se e perder tempo em longas filas. Mas atenção, é só até 15 de junho.
     
Matricular os filhos sem sair de casa

É uma boa notícia para os pais com filhos em idade escolar. Já é possível fazer matrícula dos alunos sem sair de casa, sem ter de se deslocar presencialmente ao agrupamento de escolas da sua área de residência e eventualmente de perder meio dia para fazer uma matrícula. Aqui fica um guia rápido sobre a Matrícula Eletrónica.

 

O que é a Matrícula Eletrónica?
É um serviço do Ministério da Educação que permite efetuar a matrícula dos alunos na educação pré-escolar, no 1º ano do ensino básico e o registo de renovação de matrícula com transferência de escola a partir do 2º ano básico e no ensino secundário.

 

Aplica-se a que instituições de ensino?

É possível realizar matrículas em estabelecimentos de ensino público do Ministério da Educação, privados, IPSS ou equiparados.

 

Como posso usar esta aplicação?

A primeira coisa que tem que fazer é aceder ao Portal das Escolas online e entrar em Matrícula Eletrónica. Tenha consigo os Cartões do Cidadão, os respetivos códigos de autenticação e um leitor de cartões. Depois, só tem de preencher os formulários e anexar os documentos necessários e obrigatórios.

 

Quais são os documentos necessários e obrigatórios?

- Documentos de identificação do aluno a matricular e do Encarregado de Educação;

- Boletim de vacinas do aluno;

- Comprovativo do local de trabalho do Encarregado de Educação;

- Comprovativo de residência do Encarregado de Educação;

- Comprovativo do estatuto de estudante para pais menores de idade;

- Comprovativo de abono de família / beneficiário de Ação Social Escolar;

- Comprovativo da constituição do agregado familiar (se não tiver atualizado a informação no site das Finanças dentro do prazo, terá de apresentar um atestado equivalente na sua Junta de Freguesia);

- Quando o Encarregado de Educação não é nenhum dos progenitores, é obrigatória a apresentação de documento comprovativo do poder parental atribuído.

 

Dicas práticas:

- A escola que escolher na primeira opção deve ser - obrigatoriamente – do agrupamento de escolas a que pertence a residência do Encarregado de Educação. Tem depois outras três opções, por ordem de preferência.

- Garanta previamente que tem todos os documentos necessários para submeter na matrícula online, caso contrário o processo não será aceite.

- Não deixe o processo a meio. Uma vez que o inicie online, não vai conseguir depois concluir o processo de matrícula presencialmente, porque o sistema não aceita. 

 

Quais são os prazos?

O período de matrículas iniciou-se em 15 de abril e termina em 15 de junho.

E como sempre o conselho é: não deixe tudo para o fim. Logo que possível garanta a matrícula do seu filho sem sair de casa. Experimente clicar aqui. E boa sorte.

 

24.11.17

Manual de Orientação Vocacional - Gratuito

Transcritório - Traduções Low-Cost

 

Ebook do Manual de Orientação Vocacional é um documento prático na área da orientação vocacional. Reúne um conjunto de atividades consistentes para que os profissionais da área psicológica e educacional, bem como os pais/encarregados de educação, adquiram condição suficiente para fazerem o seu atendimento junto dos seus orientandos e educandos. Essas atividades estão inseridas dentro de um método, ou seja, de um processo racional e lógico de orientação vocacional - método Orienta.  Páginas do Ebook: 24 em formato PDF. Poderá fazer download no nosso site em: www.orientacao-vocacional.com

31.10.17

COMO SE INSCREVER NO CENTRO DE SAÚDE EM INGLATERRA

Transcritório - Traduções Low-Cost

Resultado de imagem para nhs

Para quem tem filhos o acesso ao sistema de saúde é uma das principais preocupações.

Como fazer se o meu filhos ficar doente? Terá direito a médico de família? Quais são os custos e como aceder aos serviços?

O sistema de saúde é conhecido como NHS (National Health Service) e o acesso é gratuito. Para inscrever bastará saber qual o centro de saúde mais perto (health center) e para isso é só aceder ao site do NHS colocar o código postal.

Não sei se todo os centros funcionam da mesma forma, mas no meu caso foi tudo muito simples. Para me inscrever só precisei de me dirigir ao meu centro de saúde, preencher o formulário e entregar alguns documentos (Cartão de Cidadão, comprovativo de morada). No caso dos adultos foi necessário ainda medir a tensão, pesar e levar urina para análise. No caso das crianças foi necessário deixar o boletim de vacinas para verificarem se estavam actualizadas. Uma vez que o boletim está em Português e com siglas e autocolantes, houve alguma dificuldade em esclarecer. Aconselho por isso antes de virem a pedirem um comprovativo de quais as vacinas tomadas e em que idades.

No que respeita ao acesso, até  à data não tive qualquer problema. Quando uma das crianças ficou doente bastou-me ir ao centro e marcar consulta que ficou para o próprio dia. A marcação pode ser feita online ou por telefone.
Os centros de saúde funcionam normalmente apenas os dias de semana e durante o horário de trabalho. No caso de doença e necessidade de aceder a um médico fora destas horas há o NHS direct que diponibiliza uma linha telefónica (semelhante ao saúde24) e um site onde se poderá fazer o despite e se necessário o encaminhamento. Eu utilizei uma vez a linha telefónica e fiquei satisfeita.

Em situações urgentes devemo-nos dirigir directamente ao hospital e/ou ligar o 999 ou 112. O Reino Unido mantém o 999 como o número nacional de emergência e é este que é anunciado e divulgado mas se ligarmos o 112 o resultado é o mesmo.

 

Tirado daqui

https://viveremlondresuk.wordpress.com/2012/10/22/como-se-inscrever-no-centro-de-saude-em-londres/

 

 

27.10.17

SISTEMA DE ENSINO EM INGLATERRA III

Transcritório - Traduções Low-Cost

Resultado de imagem para principe george escola

Como escolher a escola

A primeira coisa a fazer para inscrever uma criança na escola é escolher a escola. Para quem chega de novo esta pode ser uma tarefa confusa e angustiante.

Esperamos que este post seja uma ajuda nessa tarefa uma vez que sintetiza a informação necessária para uma escolha mais informada.

As escolas são classificadas de acordo com o modelo de gestão. Assim, os modelos mais comuns são os seguintes:

  • Community schools – geridas exclusivamente pela a autoridade local.
  • Foundation Schools – são geridas por um corpo directivo sobre o qual recai a responsabilidade de todas as decisões. São, à partida, escolas mais independentes.
  • Academies – são geridas por corpo directivo indenpendente da autoridade local e podem ter um curriculum diferente do Curriculum nacional.
  • Voluntary-aided schools – são escolas normalmente ligadas a uma Igreja. Tem um corpo directivo e o edificio e terreno da escola são propriedade da Igreja ou associação de caridade. Há muitas vezes um critério de entrada como ser crente/praticante de determinada igreja.
  • Grammar schools – podem ser geridas pela autoridade local, por uma fundação ou um Fundo. O acesso a estas escolas é selectivo ou seja, o acesso é feito de acordo com a capacidade académica dos alunos ou resultados nos seus exames de entrada.

A escolha da escola é uma questão importante aqui em Londres. Os pais dedicam bastante tempo e energia nesta escolha. Fazem visitas, têm entrevistas com os directores da escola, consultam as avaliaçṍes e partilham as opiniões entre eles.

A escolha da escola é de tal forma importante que muitas familias mudam de casa por forma a estarem na área de influência da escola. Um dos grandes critérios de admissão utilizado pelas escola é precisamente a proximidade entre casa e escola.

Como escolher então a escola? Aconselho a seguirem dois critérios, o primeiro a proximidade e o segundo o resultado na avaliação da Ofsted (Office for Standards in Education).

A Ofsted é o organismo responsável pela qualidade dos serviços prestados ao nível da educação. Avalia não só as escolas, como também as creches, amas e os serviços de educação para adultos.

As escolas são avaliadas de através de uma inspecção realizada pelo Ofsted da qual resulta a atribuição de uma classificação. Neste momento existem quatro classificações: Excelente (Oustanding), Bom (Good), Requer Melhoria (Requires Improvement) e Inadequado (Inadequate). As escolas que fiquem nas duas últimas classificações serão objecto de uma avaliação continua. Os resultados desta avaliação estão disponíveis para consulta, quer na página das próprias escolas quer no site da ofsted.

Podemos também avaliar a escola através dos resultados obtidos nos exames. Isto é importante pois há escolas cujo o último relatório ofsted pode não ter sido bom ou excelente, mas que apresenta melhorias que se reflectem nos resultados dos exames.

Apesar da quantidade de informação disponível, para quem reside há pouco tempo em Londres não é fácil a escolha. Mas fiquem tranquilos pois consideramos que a qualidade das escolas é elevada assim como é são os critérios de avaliação. As escolas trabalham sempre para se classificarem como excelentes.

Assim, para escolher a escola há que:

  • Pesquisar quais as escolas mais perto quer a pé ou por transporte. A pesquisa das escola pode ser feita aqui
  • Consultar os sites de cada escola.
  • Ler o relatório da ofsted
  • Visitar a escola. Durante o periodo de inscrição as escolas promovem open-days nos quais as familias podem visitar a escola e conhcer os directores. Fora deste prazo, as escola costumam facilitar visitas, o melhor é contactar a escola.
  • Se conhecerem alguém na área perguntar e pedir opinião sobre as escolas.

 

Tirado daqui:

https://viveremlondresuk.wordpress.com/2012/11/08/como-escolher-a-escola/

 

24.10.17

SISTEMA DE ENSINO EM INGLATERRA II

Transcritório - Traduções Low-Cost

 

Resultado de imagem para study in uk

INSCRIÇÃO NA ESCOLA EM INGLATERRA

 

Tal como em Portugal há dois momentos em que é necessário fazer a inscrição na escola. O primeiro aquando da entrada na primária, que é aos 5 anos e para o que se chama de reception year (corresponde à pré-primária).

O segundo momento de inscrição acontece na passagem para a secundária, que aqui é no 7º ano.

Atenção que a inscrição é feita  tendo em conta o ano de nascimento e não o ano escolar que a crianças frequentava em Portugal. Pode parecer estranho, mas aqui em Inglaterra não existem retenções (chumbos) assim as crianças frequentam o ano que corresponde à sua idade.

 

Os prazos para as inscrições são:

  • Escola primária – 31 de Janeiro no ano de entrada. Por exemplo para as crianças que fazem 5 anos entre Setembro de 2016 e Agosto de 2017, as inscrições são feitas até 31 de Janeiro de 2016. (terminado).
  • Escola Secundária – 31 de Outubro do ano anterior à entrada no 7º ano. Para quem faz 12 anos entre Setembro de 2018 e Agosto de 2019, o prazo termina em 31 Outubro de 2017.

 

Inscrições dentro do prazo

As inscrições dentro do prazo fazem-se atráves do portal e-admission. É necessário registar-se e depois completar a aplicação. Antes de completar é importante escolher quatro escolas da nossa preferência e saber se alguma delas tem requesitos de entrada. Ver como escolher a escola.

Para a escola secundária no dia 01 de Março são conhecidos os resultados. Os pais recebem em casa uma carta a informar qual a escola que nos ofereceu vaga. É esta a terminologia, após a oferta é necessário responder se aceitamos ou não. Mesmo que a vaga oferecida não tenha sido da escola que colocámos como primeira opção, é aconselhável aceitar, mas referir que desejamos permanecer em lista de espera para a escola da primeira opção. Assim mais tarde poderemos ter vaga nessa escola.

Para a escola primária as cartas são enviadas no dia 17 de Abril e aplicam-se as mesmas regras acima mencionadas.

Se não tivermos recebido nenhuma oferta das escolas que escolhermos, podemos sempre contestar a decisão. Existe para este efeito um orgão independente que analisa estas reclamações. Na carta que recebemos é explicado todo o processo bem como os passos a tomar.

 

 

Inscrições fora do prazo.

As inscrições fora do prazo são feitas através da autoridade local (Council) da nossa residência e são denominadas como in-year school admissions. Alguns Council têm disponível online o formulário que deve ser preenchido e entregue pessoalmente ou enviado pelo correio.

Para quem faz inscrição fora do prazo o mais indicado a fazer é aceitar a vaga que nos oferecem. Pode ainda dar-se o caso de nenhuma das escolas que escolhemos ter vagas, nessa altura o Council informa quais as escola que têm para que possamos escolher entre essas. Tal como nas inscrições dentro do prazo, podemos permanecer em lista para a escola de primeira opção e ficar a aguardar que a mesma tenha vaga.

 

Retirado daqui:

https://viveremlondresuk.wordpress.com/2012/11/09/inscricao-na-escola-2/

 

Siga as nossas novidades e veja as ofertas de emprego através do Facebook Veja os packs para cada profissão no nosso site: www.transcritorio.com