Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Transcritório - Traduções Low-Cost

Traduções oficiais. Línguas: Português, Inglês, Francês, Italiano, Alemão e Espanhol (incluindo catalão). Se precisar de outras línguas, contacte-nos.

Transcritório - Traduções Low-Cost

Traduções oficiais. Línguas: Português, Inglês, Francês, Italiano, Alemão e Espanhol (incluindo catalão). Se precisar de outras línguas, contacte-nos.

TRANSCRITÓRIO - TRADUÇÕES LOW-COST https://www.transcritorio.com/
14.07.18

SAIBA COMO SE COMPORTAR NUMA ENTREVISTA DE EMPREGO

Transcritório - Traduções Low-Cost

Como se comportar numa entrevista de emprego: antes, durante e depois

Foi chamado para entrevista, preparou-se, chegou a horas, desligou o telemóvel, está vestido de forma adequada e até trouxe uma cópia do seu currículo para entregar ao recrutador. E agora? Agora, continue a ler e saiba como se comportar numa entrevista de emprego. Um especialista em recursos humanos saberá analisar o seu comportamento ao detalhe.

Saber como se comportar numa entrevista de emprego é tão importante como apresentar um bom currículo. Não deixe escapar a oportunidade!

SAIBA COMO SE COMPORTAR NUMA ENTREVISTA DE EMPREGO


ENQUANTO ESPERA QUE O CHAMEM

Durante a espera, controle a ansiedade. Andar de um lado para outro ou roer unhas são atitudes que não o vão ajudar em nada. Sente-se confortavelmente e mantenha-se tranquilo. Evite uma postura rígida, mas sem exageros! Não está no sofá de casa.

Sempre que sentir que alguém vai aparecer, não se levante num salto a pensar que poderá ser o entrevistador. Espere tranquilamente até que lhe dirijam a palavra e só nessa altura é que deverá levantar-se.

Não estique logo a mão para o recrutador, espere que seja ele a tomar a iniciativa. Ao cumprimentar, faça-o com um aperto de mão firme e sorria. Transmita à pessoa que o vai entrevistar a sua energia positiva e vontade de estar ali.

É certo que a entrevista ainda não começou, mas as suas ações já começaram a contar e é fundamental perceber como se comportar numa entrevista de emprego.

AO DIRIGIR-SE PARA O LOCAL DA ENTREVISTA

Deve deixar passar o recrutador à frente quando se dirigem para o local da entrevista, a não ser que este lhe abra a porta e lhe faça sinal para passar.

Normalmente, é indicado um lugar onde se pode sentar. Se tiver escolha, prefira um lugar de onde consiga ver facilmente o seu entrevistador.

entrevista de emprego

DURANTE A ENTREVISTA

1. Postura

Este ponto é muito importante para saber como se comportar numa entrevista de emprego. A sua postura e linguagem corporal devem transmitir, essencialmente, que está à vontade. Evite uma postura rígida, muito esticado e de costas coladas à cadeira. Tente deixar o nervosismo de lado e aja de forma descontraída.

Com o avanço da entrevista, vai sentir-se mais à vontade. Use as mãos para fazer gestos, para sublinhar coisas ou para ajudar às suas explicações. Não fique sentado sem se mexer, mas também não exagere!

2. Contacto visual

Faça contacto visual com o entrevistador, mas não fixe o seu olhar, pois poderá causar uma situação de desconforto para quem o está a entrevistar. Mas também não esteja constantemente a desviar o olhar porque, para além de ser um sinal de insegurança, poderá também dar a sensação de que está a esconder ou a mentir sobre alguma coisa.

Se forem vários entrevistadores, olhe para cada um deles mais ou menos em igual medida. Comece com quem lhe faz a pergunta e, de forma rápida, olhe a seguir para cada uma das outras pessoas.

Quando olha para o outro está a trocar impressões. Por isso, de vez em quando, diga que sim com a cabeça. Se inclinar a cabeça um pouco está a dar sinal de que está interessado e a ouvir com atenção.

3. Expressões faciais

Durante a conversa, sorria de vez em quando para mostrar a sua confiança e à vontade. Mas não o faça constantemente, pode obter o resultado contrário e o recrutador ficar a pensar que esteve a sorrir para esconder o seu nervosismo e insegurança.

Cuidado com o que faz com a cara! Por exemplo, quando o entrevistador estiver a falar, é melhor não levantar as sobrancelhas. Isso poderá indicar que está a questionar o que está a ser dito ou a desafiar quem o está a entrevistar.

AO TERMINAR A ENTREVISTA

Despeça-se cordialmente e com tranquilidade. Não se mostre demasiado ansioso e refira que fica a aguardar um contacto.

Veja também:

10.07.18

DIREITOS E OBRIGAÇÕES DE QUEM FAZ HORAS EXTRAORDINÁRIAS

Transcritório - Traduções Low-Cost

Horas extraordinárias: o que saber

 

Todos os contratos de trabalho estipulam, à partida, o número de horas semanais que o trabalhador deverá cumprir de acordo com o seu contrato de trabalho. As horas extraordinárias só são autorizadas quando a empresa se depara com um aumento pontual de trabalho que não justifique um reforço dos recursos humanos. Conheça as compensações a que tem direito se trabalhar nestas condições.

DIREITOS E OBRIGAÇÕES DE QUEM FAZ HORAS EXTRAORDINÁRIAS

Em 2015, deixou de vigorar a norma que suspendia a possibilidade de instrumentos de regulamentação coletiva de trabalho ou de o contrato de trabalho preverem um valor mais elevado pelas horas extra. As horas suplementares começam a contar após o horário normal de trabalho. A empresa só pode pedir horas extraordinárias em caso de acréscimo provisório de trabalho que não justifique admissão de um novo empregado, por motivos de força maior ou para prevenir ou reparar prejuízos graves.

QUE REGRAS SE APLICAM?

A legislação que regula as horas extraordinárias em Portugal prevê que cada trabalhador só pode trabalhar até duas horas além do seu horário. O limite anual é o seguinte:

  • 150 horas anuais para empresas com mais de 50 funcionários;
  • 175 horas anuais para empresas com menos de 50 funcionários

Tome nota: estes limites podem ser excedidos caso a empresa apresente justificação para tal, nunca se permitindo que o trabalhador cumpra mais de 48 horas semanais.

QUAL A COMPENSAÇÃO MONETÁRIA?

  • Na primeira hora extra o trabalhador recebe a retribuição normal acrescida de 50%;
  • A partir da segunda hora extra, a compensação sobe para 75%
  • O trabalhador receberá mais 100% do valor-hora por cada hora ou fracção, em dia de descanso semanal, obrigatório ou complementar, ou em feriado. A lei estipula também que as horas extra sejam previamente combinadas entre a empresa e o trabalhador, de modo a que não haja espaço para desacordo por parte do empregador.

ALÉM DA COMPENSAÇÃO MONETÁRIA, É POSSÍVEL SOLICITAR HORAS DE DESCANSO?

Sim. A lei diz que o trabalhador que perca o período diário de descanso tem os três dias úteis seguintes para compensar essas horas. De igual modo, dispõe de três dias úteis para gozar de um dia de descanso se trabalhou horas extras a um domingo.

COMO AGIR SE A EMPRESA SOLICITAR QUE FAÇA HORAS EXTRA?

Se a empresa lhe pedir horas extraordinárias, não recuse. Recusar ajudar a empresa numa determinada fase em que o pico de trabalho é complicado, pode transmitir uma má imagem do seu empenho. Se no entanto quiser recusar fazer horas extraordinárias, terá de apresentar uma justificação que possa estar relacionada com problemas de saúde ou motivos familiares, por exemplo.

EXCEÇÕES

Regra geral, existem alguns grupos de pessoas que têm maior legitimidade para recusar fazer horas extraordinárias. São eles:

06.07.18

TRABALHO POR TURNOS

Transcritório - Traduções Low-Cost

TRABALHO POR TURNOS: UM REGIME LABORAL CADA VEZ MAIS COMUM


O número de pessoas a realizar trabalho por turnos tem vindo a crescer nos últimos anos e a perspetiva é que assim continue. Em 2011, o país tinha pouco mais de 600 mil pessoas neste regime de trabalho, mas no final do ano passado eram já mais de 725 mil – cerca de dois em cada 10 dos portuguesesempregados.

O QUE SIGNIFICA TRABALHAR POR TURNOS?

Trabalhar por turnos significa que, para exercer determinada função, a pessoa não trabalha sempre no mesmo horário, sendo que pode integrar horários rotativos, executando as mesmas funções em períodos temporais que podem variar semanal ou mensalmente.

QUANTAS HORAS PODE DURAR UM TURNO?

A duração de um turno pode variar consoante a empresa e o tipo de contrato estabelecido, mas a verdade é que a duração de cada turno não pode ultrapassar as 8 horas de trabalho por dia e as 40h semanais, como dita a lei.

De ressalvar que só é possível alterar os horários de um turno após o trabalhador cumprir o seu dia de descanso semanal a que tem direito. Entre dois turnos, tem direito a, pelo menos, onze horas seguidas de descanso.

COMPENSAÇÃO REMUNERATÓRIA

O trabalho por turnos é remunerado como outro trabalho qualquer. A única exceção acontece caso o trabalho por turnos apanhe os períodos noturnos. Nesse caso, há um acréscimo salarial de 25% em relação ao valor atribuído à mesma função executada durante o dia.

EXCEÇÕES

No entanto, não beneficiam deste aumento profissionais que trabalhem exclusiva ou maioritariamente de noite ou quando a definição do salário teve desde logo em conta o facto de o trabalho ser prestado à noite.

turnos

TIPOS DE TURNOS

Aqui fica uma lista dos diferentes tipos de turnos existentes:

a) Permanente: consideram-se turnos permanentes os turnos cujo trabalho acontece em todos os sete dias da semana. O acréscimo salarial é de de 22% a 25%;

b) Semanal prolongado: este turno acontece quando o trabalho, para além de ser prestado todos os dias da semana, ainda é prestado também ao sábado e ao domingo. Representa um acréscimo de 20% a 22%;

c) Semanal: este tipo de turno só é aplicado se o trabalho for de segunda a sexta-feira. O acréscimo é de 15% a 20%;

d) Total: se o trabalho diário tiver dividido em três turnos, então entende-se que é total;

e) Parcial: consideram-se turnos parciais quando o trabalho for feito apenas em dois turnos diários.

DIREITOS DOS TRABALHADORES POR TURNOS

Quem trabalha por turnos pode usufruir de determinados direitos que não são aplicáveis a pessoas que trabalhem num regime normal.

  • Se trabalhar seis dias seguidos, terá sempre direito a um dia de descanso por cada seis dias de trabalho;
  • Se estiver alocado a um determinado turno, o mesmo só pode alterar após o dia de descanso obrigatório;
  • Se fizer dois períodos de trabalho consecutivos, o trabalhador tem direito a pelo menos onze horas seguidas de descanso.

Saiba que se os direitos do regime do trabalho por turnos forem violados, constitui contra ordenação grave.

SUGESTÕES PARA NÃO SE DEIXAR FATIGAR PELO TRABALHO POR TURNOS

Há vários hábitos que se alteram quando tem de cumprir um regime laboral por turnos. Para conseguir habituar-se facilmente sem que o seu organismo se ressinta, siga algumas destas dicas:

  • Mantenha uma alimentação saudável e tente cumprir sempre horários semelhantes;
  • Durma sempre as horas mínimas necessárias (7/8h), mesmo que seja fora do horário dito normal;
  • Tente desligar o telemóvel e desligar-se do mundo no seu período de descanso.

 

03.07.18

ALUNOS DE TI COM EMPREGO GARANTIDO E MIL EUROS DE SALÁRIO À SAÍDA DA FACULDADE

Transcritório - Traduções Low-Cost

 

Imagem relacionada

 

É cada vez mais difícil recrutar jovens especializados em tecnologias de informação. Há escassez de mão-de-obra e a procura é grande

A Sonae tinha dez vagas de emprego para tecnologias de informação. Oferecia 1000 euros por mês, mais subsídios... não conseguiu preenchê-las. As TI estão no auge, as faculdades portuguesas, que todos os anos libertam centenas de jovens talentos, não respondem à crescente procura. E há já empresas estrangeiras a virem contratar a Portugal os profissionais mais qualificados. "Mil euros é praticamente o salário mínimo a pagar na área", frisa Paulo Ayres, manager de TI na Spring Professional Portugal. "A escassez de mão-de-obra está a gerar uma grande pressão salarial", acrescenta Victor Pessanha, manager na Hays.

Na fase de candidaturas, "tínhamos uma pool grande, mas não conseguimos preencher as dez vagas", reconhece Ana Vicente, talent manager da Sonae. O grupo presidido por Paulo Azevedo, que desde 1986 promove o Programa Contacto, uma iniciativa que visa captar talentos com diferentes formações para o grupo, oferecia um estágio de nove meses aos jovens selecionados e uma remuneração de 1000 euros, a que acresce subsídio de almoço e benefícios de colaborador.

"A procura de perfis tecnológicos tem ganho uma relevância cada vez maior na Sonae. É uma necessidade transversal a todo o mercado de trabalho, o que levanta uma guerra de talento, onde a oferta e a procura estão desequilibradas", justifica Ana Vicente.

"Há efetivamente uma falta de mão-de-obra na área das TI", realçou Inês Buekenhout, consultora de TI & Digital Division da Robert Walters Portugal. E, diz Paulo Ayres, "se o número de candidatos nesta área duplicasse ainda continuaria a existir procura por parte das empresas".

As consultoras de recrutamento contactadas pelo DN/Dinheiro Vivo têm dificuldade em quantificar as necessidades do mercado de trabalho, mas Andreia Pereira, senior manager da Michael Page, não tem dúvidas em afirmar que, neste momento, são "as empresas que concorrem pelos candidatos e não o contrário". Nas suas contas, o setor de TI deverá criar 15 mil postos de trabalho nos próximos cinco anos só no Porto, cidade que tem vários investimentos nesta área.

Victor Pessanha, manager na Hays, recorda que "o processo natural de digitalização da economia e uma forte tendência de deslocalização de centros de competência e inovação tecnológica para Portugal" estão a provocar "escassez de mão-de-obra e uma grande pressão salarial". Também Pedro Amorim, managing director da Experis, frisa que o país "está na moda e há uma forte tendência para captarmos investimentos na área tecnológica" e, por isso, "assistimos a uma verdadeira escassez de talentos". Essa falta é sentida com acutilância na área da cibersegurança, programação, business intelligence e data science.

Mais e melhor

Como captar e reter talento? Um plano de progressão de carreira e salário atrativo são as soluções mais valorizadas pelos jovens, mas o ideal é serem acompanhadas por benefícios como a flexibilidade de horários, incorporando o trabalho remoto, um ambiente de trabalho divertido e descontraído, formações contínuas e desafios, projetos inovadores. Salários de 1000 euros são "salários de entrada" e "os nossos profissionais são altamente cotados no mercado estrangeiro, retê-los em Portugal é um desafio", diz Pedro Amorim. Irlanda, Alemanha e Estados Unidos são os principais destinos dos jovens especializados em TI.

Muitas empresas estão assim a apostar no lançamento de academias de formação internas. A Glintt, empresa de serviços tecnológicos na saúde, já abriu inscrições para a terceira edição da Academia Glintt, um programa de formação remunerado, com salários entre os 730 e os mil euros, que visa responder às necessidades de recursos humanos da empresa, inclusive na área das TI, diz Inês Viana Pinto, gestora dos recursos humanos. A Glintt, que procura também reconverter jovens de outras áreas de formação para as tecnologias de informação, assume que o objetivo da academia é reter esses talentos na empresa.

O programa Contacto da Sonae segue a mesma filosofia. Os jovens selecionados (este ano, foram submetidas mais de 800 candidaturas para 75 vagas) são acompanhados ao longo dos nove meses pelos diretores de departamento, de forma a desenvolverem competências profissionais e expandirem a rede de contactos dentro do grupo. A meta é conseguir reter o máximo de estagiários. No ano passado, a taxa de retenção dos participantes rondou os 70%. "Os estágios são remunerados em linha com os valores de mercado", e a Sonae está atenta e procura ter "uma proposta de valor ajustada e relevante".

29.06.18

SAIBA O QUE SÃO EMPRESAS DE TRABALHO TEMPORÁRIO

Transcritório - Traduções Low-Cost

Conheça melhor a mecânica da contratação das empresas de trabalho temporário e verifique a nossa lista de entidades às quais pode propor os seus serviços.

10 empresas de trabalho temporário que deve conhecer

Muitas empresas têm necessidade de contratar trabalhadores por curtos períodos de tempo, para suprir necessidades temporárias. Nesses casos, recorrem a empresas de trabalho temporário. Sabe como funcionam?

SAIBA O QUE SÃO EMPRESAS DE TRABALHO TEMPORÁRIO


A natureza intrínseca do trabalho está a mudar constantemente, favorecendo cada vez mais as ofertas de trabalho temporário e não tradicional voltadas para projetos específicos, de duração limitada. E com isto, a demanda por trabalhadores orientados para esta “economia de projeto” também continua a crescer.

trabalho temporario

A verdade é que uma boa parte do crescimento económico é atribuída ao crescente número de trabalhadores na faixa etária dos 20 aos 30 anos, que se encontram a explorar oportunidades neste modelo de trabalho. Ao contrário do que se possa pensar, esta não é uma tendência negativa: os jovens profissionais expressam cada vez mais a preferência por empregos temporários ou de curto prazo argumentado a flexibilidade e autonomia que proporcionam.

O QUE SÃO EMPRESAS DE TRABALHO TEMPORÁRIO?

Não confundir trabalho temporário com trabalho em part-time. São coisas completamente distintas. As empresas de trabalho temporário são agentes intermediários, isto é, são entidades empregadoras que gerem recursos humanos, estabelecendo uma ponte entre as empresas que pretendem fazer contratações temporárias e os potenciais trabalhadores interessados nesse tipo de trabalhos.

PORQUÊ RECORRER A EMPRESAS DE TRABALHO TEMPORÁRIO?

Os motivos que levam as empresas a contratar temporariamente, normalmente passam por preencher vagas enquanto decorre um processo de recrutamento ou para projetos específicos, como atualizações de bases de dados, lançamento de novos produtos ou outro tipo de auxílio pontual.

COMO PODE FAZER PARA SER CONSIDERADO PELAS EMPRESAS DE TRABALHO TEMPORÁRIO?

Para ter boas hipóteses de ser requisitado por uma destas empresas de trabalho temporário deverá fazer o seu registo online, no portal iefponline. Este portal recentemente criado tanto funciona para os trabalhadores encontrarem oportunidades profissionais como para as entidades empregadoras divulgarem ofertas de emprego nos mais variados setores de atividade

Ao contrário do que possa pensar, a esmagadora maioria das pessoas que trabalha neste regime de trabalho temporário fá-lo por escolha própria, e não apenas por necessidade ou como estratégia de recurso enquanto não encontra um trabalho a tempo inteiro. Na verdade, ao disponibilizar o seu currículo a uma empresa de trabalho temporário está a “espalhá-lo” por toda a rede de clientes finais que essa empresa serve. Pense então no alcance que uma simples candidatura pode ter!

QUAIS SÃO AS EMPRESAS DE TRABALHO TEMPORÁRIO EM PORTUGAL?


Certamente, se lhe pedirmos para nomear algumas empresas de trabalho temporário não vai hesitar em apontar alguns dos nomes mais conhecidos, como a HAYS ou Michael Page. É normal, estes dois exemplos são dois dos gigantes a nível internacional. Mas hoje vamos um pouco além das mais conhecidas e deixar-lhe alguns nomes que podem também ser-lhe úteis.

trabalho temporario

1. HAYS

Mas comecemos pelos exemplos anteriores. A HAYS é um dos grupos líder quando se fala em recrutamento, seja ele temporário ou não. Com ofertas para áreas como construção civil, comunicação, seguros ou área comercial, oportunidades não faltam.

2. MICHAEL PAGE

Outro exemplo não menos conceituado. A Michael Page está espalhada um pouco por todo o mundo e, em Portugal, tem ofertas para diversas áreas em todo o país.

3. KELLY SERVICES

Presente em mais de 30 países, a Kelly Services é uma das empresas de trabalho temporário mais procuradas. Ofertas não faltam.

4. ADECCO

Outras das gigantes do recrutamento mundial. Em Portugal, a Adecco dispõe de ofertas para áreas tão distintas como telecomunicações, secretariado, finanças ou agricultura, entre outras.

5. SYNERGIE

Presente em 15 países, entre os quais Portugal, a francesa Synergie conta já com mais de 40 anos de experiência. Aqui vai pode encontrar mais de 100 ofertas de emprego temporário.

6. RANDSTAD

Randstad é uma das empresas de trabalho temporário que lidera em território nacional.

7. EGOR

A portuguesa Egor é outras das opções ao seu dispor, com ofertas para os setores secundário e terciário. Operadores de call center, administrativos, gestores de produto, empregados de mesa ou rececionistas são algumas das vagas de trabalho temporário que vai pode encontrar.

8. TALENTER

Talenter é outra empresa nacional onde pode encontrar ofertas de trabalho temporário para diversas áreas.

9. MULTITEMPO

Mais um exemplo nacional. A Multitempo está presente no mercado nacional desde 1995 e dispõe de uma bolsa de emprego com várias ofertas.

10. SLOT

Criada em 2005, a SLOT disponibiliza ofertas de emprego para os mais variados setores, desde a construção civil à banca, passando pela área da saúde, entre outros.

No portal iefponline encontra ainda uma lista detalhada das empresas de trabalho temporário ao seu dispor nas diversas regiões do nosso país. Atualize o seu CV, tornando-o bastante abrangente de modo a poder ser indicado para as diversas áreas de trabalho para as quais estas empresas recrutam, e faça o seu registo nas que lhe despertarem maior interesse.

Veja também:

15.06.18

ESTUDAR POR GOSTO NÃO CANSA!

Transcritório - Traduções Low-Cost

🏥🎓 Renata terminou o 5º ano de Medicina com uma média de 18,10 valores. Esta jovem de 25 anos diz que "estudar por gosto não cansa" mas também defende que o tempo de lazer é muito importante. 🧘📚 

Na Quarta-Feira vai receber uma bolsa de mérito de valor igual ao da propina.

Para ler em  bit.ly/BolsasExcelência2018

https://www.facebook.com/uminhooficial/videos/1732505413492374/?t=62

 

11.05.18

O EMPREGO DO FUTURO CHAMA-SE TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO

Transcritório - Traduções Low-Cost

 

A área das tecnologias da informação lidera os pedidos de recrutamento num Portugal cada vez mais tecnológico. Com a falta de mão-de-obra, as empresas são já obrigadas a oferecer salários mais altos

A economia está a crescer, o desemprego a cair a ritmo acelerado e as empresas estão a abrir as portas a novos profissionais. Em áreas como as tecnologias de informação (TI) há já um défice entre a oferta e a procura, e aumentos salariais de 7% e 9% já não seguram o profissional. É um setor que está muito dinâmico, a precisar de contratar para diversas funções e a tendência é para perdurar na década.

Mas não faltam oportunidades em outras áreas. O crescimento do turismo está a alavancar as necessidades de mão-de-obra. As empresas, que têm assegurado aumentos nas vendas via exportações, estão a apostar em comerciais. E profissões ligadas às áreas financeira e de engenharia continuam a ter forte procura. Interessante é verificar que o mercado de trabalho valoriza cada vez mais as soft skills.

A dinâmica nas TI não para. As empresas, e não só as de tecnologia, estão a recrutar programadores, engenheiros de software, profissionais de cibersegurança e especialistas de big data. É "um dos setores de futuro em Portugal", que "se está a transformar num centro tecnológico", com "muitas empresas internacionais a instalarem os seus hubs de tecnologia no país", diz Cristiano Aron, diretor da consultora Robert Walters em Portugal.

Carolina Mesquita, especialista de recrutamento e seleção da Adecco, sublinha que "são várias as empresas em Portugal que procuram profissionais nesta área", mas a oferta de emprego está a embater contra a parca disponibilidade de especialistas. A falta de resposta do mercado está a refletir-se em aumentos salariais. Como sublinha Cristiano Aron, em 2017 "os empregadores já se viram obrigados a aumentar os salários para atrair e reter talento" e essa "tendência vai continuar em 2018". A Robert Walters aponta, para este ano, subidas entre 7% e 9% nos salários.

A procura de engenheiros está também em alta, especialmente nas valências de mecânica, eletrónica, eletrotecnia e gestão e engenharia industrial. Segundo a Talent Portugal, "prevê-se que em breve exista uma carência significativa" de profissionais.

Motor em aceleração

As empresas estão confiantes na economia e, por isso, centradas no crescimento, com o recrutamento a estender-se a várias áreas. Indústria alimentar, saúde, logística, automóvel, turismo, fiscal, imobiliário e construção são setores que mostram grande dinamismo nas intenções de recrutamento, referem as consultoras Michael Page e Robert Walters.

"Acresce também a área comercial nos mais diferentes setores, que tem sido uma das maiores apostas dos nossos clientes", diz Carolina Mesquita, sublinhando que essa tendência terá que ver com a confiança "num crescimento efetivo do negócio". Neste capítulo, a Michael Page reforça a "fase positiva" que o país está a atravessar, mas recorda as previsões do Banco de Portugal que apontam para um progressivo abrandamento do crescimento até 2020, "pelo que é fundamental que haja prudência e que todos os players trabalhem para garantir que este é de facto um crescimento sustentado".

Se o inglês é fundamental, cada vez mais os empregadores exigem conhecimento de mais do que um idioma. Francês, alemão, espanhol, italiano, holandês e russo são as línguas mais solicitadas. E não é apenas para o setor do turismo, muito dinâmico no recrutamento dadas as expectativas de crescimento, mas também os serviços e a indústria.

Hoje em dia, os empregadores estão muito centrados naquilo que entrou no léxico comum como soft skills: capacidade de comunicação, criatividade, resiliência, proatividade, capacidade de relacionamento interpessoal, flexibilidade, espírito de equipa. Cristiano Aron sublinha que, "quando uma empresa está em dúvida entre dois candidatos, a escolha será quase sempre baseada em soft skills e não em qualificações técnicas".

 

Tirado daqui.

13.03.18

4 APPS PARA APRENDER INGLÊS

Transcritório - Traduções Low-Cost

4 apps para aprender inglês

Com estas apps para aprender inglês vai tornar-se num verdadeiro poliglota. Comece já a marcar as férias para o estrangeiro porque vamos ajudá-lo a começar a falar inglês pelos cotovelos. Vai ver que vai conseguir comunicar com mais de meio mundo. “Yes, you can”, como quem diz, “sim, você consegue”!

 

GRAMMAR UP

Esta app oferece vários testes de escolha múltipla que o vão ajudar a aprender inglês da melhor forma possível uma vez que promete ensiná-lo sobre gramática e vocabulário. Para além disso, apresenta-se também dividida por tópicos como “adjetivos”, “advérbios”, conjunções”, “verbos”… Parece um pouco complicado, até. Mas não poderíamos deixar de fazer referência a uma app com vários prémios e reconhecimentos oficiais tornando-se até uma das favoritas dos trabalhadores da Apple. Infelizmente, não é grátis… Mas não poderíamos deixar de falar nela uma vez que vale mesmo a pena. Pode encontra-la para iOS e para Android. Good Luck!

 

MEMRISE

Aprender? Estudar? Que seca… e se lhe prometermos que com a Memrise vai divertir-se e aprender sem dar conta? É sem dúvida uma das melhores apps para aprender inglês. Para iOS ou Android, esta app que contem mais de trezentos mil cursos de línguas promete ensinar e diverti-lo ao mesmo tempo. Para além disso, permite também que crie o seu próprio material e tome as suas notas. E o melhor de tudo? Pode competir com os seus amigos para descobrir quem aprende mais rápido. Aceda ao site da Memrise e fique a perceber o porquê de a considerarmos uma das melhores apps para aprender inglês.

 

DUOLINGO

O papagaio Duolingo destaca-se por ser… efetivo. Quem já usou afirma que em pouco tempo já compreendia bastante vocabulário em inglês e que já conseguia falar minimamente a língua. Em cada lição, o Duolingo vai ensinando sete palavras, dos mais variados tópicos, ao utilizador. Após a aprendizagem, esta app lança-lhe vários desafios como associar a palavra a uma imagem, traduzir uma frase para português… Consegue perceber porque é que este papagaio nos conquistou e porque é que faz parte desta lista das melhores apps para aprender inglês?

 

ENGLISH LAUNCHPAD

Uma app cheia de ferramentas essenciais para aprendizes e professores de inglês. A English LaunchPad apresenta-se como uma app bastante completa que o vão ajudar a aprender e a desenvolver o seu inglês. Aprenda gramática, traduza o que quiser, faça exercícios, responda a vários quiz… Aqui, para iOS.

 

Há muitas maneiras de aprender inglês. Muitas, fáceis e divertidas. Agora já não há desculpas… Good luck!
27.02.18

15 EXPRESSÕES IDIOMÁTICAS COMUNS EM INGLÊS

Transcritório - Traduções Low-Cost

expressão em inglês: when pigs fly

 

Usar expressões em um idioma mostra que você tem domínio sobre aquela língua. Aqui, temos 15 expressões idiomáticas comuns em inglês para enriquecer seu vocabulário e fazer com que você pareça um nativo ao falar inglês.

  1. ‘The best of both worlds’ – o melhor de duas oportunidades diferentes ao mesmo tempo. Ex.: “By working part-time and looking after her kids two days a week she managed to get the best of both worlds.” (Trabalhando meio período e cuidando dos filhos duas vezes por semana, ela conseguiu ter o melhor dos dois mundos.)
  2. ‘Speak of the devil’ – é igual ao que dizemos em português, “falar do diabo”. Significa que você está falando de alguém e esta pessoa aparece naquela hora. Ex.: “Hi, Tom, speak of the devil, I was just telling Sara about your new car.” (Oi, Tom! Falando do diabo, eu estava contando para a Sara sobre seu carro novo.)
  3. ‘See eye to eye’ – concordar com alguém. Ex.: “They finally saw eye to eye on the business deal.” (Eles finalmente chegaram a um acordo para o negócio.)
  4. ‘Once in a blue moon’ – algo raríssimo. Ex.: “I only go to the cinema once in a blue moon.” (Vou ao cinema de vez em nunca.)
  5. ‘When pigs fly’ – algo que nunca vai acontecer. Ex.: “ When pigs fly she’ll tidy up her room.” (No dia de São Nunca, ela vai arrumar o quarto dela.)
  6. ‘To cost an arm and a leg’ – algo muito caro, que custa os olhos da cara. Ex.: “Fuel these days costs an arm and a leg.” (Combustível ultimamente custa os olhos da cara.)
  7. ‘A piece of cake’ – algo muito fácil. Ex.: “The English test was a piece of cake.” (A prova de inglês foi moleza.)
  8. ‘Let the cat out of the bag’ – revelar um segredo acidentalmente, deixar escapar. Ex.: “I let the cat out of the bag about their wedding plans.” (Deixei escapar os planos de casamento deles.)
  9. ‘To feel under the weather’ – sentir-se mal. Ex.: “I’m really feeling under the weather today; I have a terrible cold.” (Estou me sentindo mal hoje; estou com um resfriado fortíssimo.)
  10. ‘To kill two birds with one stone’ – resolver dois problemas ao mesmo tempo, matar dois coelhos numa cajadada só. Ex.: “By taking my dad on holiday, I killed two birds with one stone. I got to go away but also spend time with him.” (Ao sair de férias com meu pai, matei dois coelhos numa cajadada só. Saí um pouco e também passei um tempo com ele.)
  11. ‘To cut corners’ – fazer algo mal feito, de forma barata. Fazer nas coxas. Ex.: “They really cut corners when they built this bathroom; the shower is leaking.” (Eles fizeram nas coxas quando construíram esse banheiro; o chuveiro vaza.)
  12. ‘To add insult to injury’ – tornar algo ainda pior. Ex.: “To add insult to injury, the car drove off without stopping after knocking me off my bike.” (Para piorar a situação, o carro saiu sem parar depois de me derrubar da bicicleta.)
  13. ‘You can’t judge a book by its cover’ – não pode julgar pelas aparências. Ex.: “I thought this no-brand bread would be horrible; turns out you can’t judge a book by its cover.” (Achei que esse pão sem marca era horrível, acontece que não se pode julgar pelas aparências.)
  14. ‘Break a leg’ – é igual em português, diz-se “quebre a perna” para desejar sorte, em especial, antes de a pessoa se apresentar (principalmente entre atores). Ex.: “Break a leg, Sam, I’m sure your performance will be great.” (Quebre a perna, Sam, tenho certeza de que sua apresentação será ótima.)
  15. ‘To hit the nail on the head’ – descrever com precisão o que causou um problema, acertar em cheio. Ex.: “He hit the nail on the head when he said this company needs more HR support.” (Ele acertou em cheio quando disse que esta empresa precisa de mais apoio do RH.)

Vamos testar as expressões que você acabou de aprender? Leia as situações abaixo e veja qual expressão se encaixa em cada uma das frases. As respostas estão no fim. Conte para a gente quantas acertou!
A) I can’t afford this purse! It _______. I won’t be able to pay my rent!
B) His birthday was supposed to be a surprise! I can’t believe you _____. Now he knows!
C) Ha! John has been promising to paint the house for five years…. Maybe when _______.
D) I need to sign some papers at Jenny’s school anyway so I’ll pick her up for you too. Yeah, it’ll _______. 
E) I don’t really like going out to bars anymore. I only go _______.
F) I’m sorry I can’t come into work today. I’m ________. I have a sore throat and runny nose.
G) They ________ when installing the pipes for the house and now we have leaks only one month after purchasing it!
H) We missed our flight to Paris because the connecting flight was late and to ______ they made us pay for a new ticket as if it was our fault!
I) I can’t wait to see you perform on stage tonight! ______!
J) Jane is just never on time to work, it’s really annoying. Wow, ______ here she comes…
K) So we’re going to London, then Munich, then we will fly out of Athens, right? Great. I’m so glad to be traveling with someone I _______ with.
L) Wow, she found her dream man and has now landed an amazing job. She really does have ______.
M) OK, she might not be the most attractive but _________. I’m sure she is a sweetheart.
N) I have been trying to figure this out for ages. Thanks so much, you’re right. You _______.
O) I can’t believe that was our test. I think it was easier than some of our homework! It was a ______.

E aí, como você se saiu? Continue usando essas expressões idiomáticas quando for treinar seu inglês. E, se precisar de ajuda, pode pedir aqui nos comentários. Aproveite e baixe nosso guia grátis de expressões em inglês!

 

Answers:A-6, B-8, C-5, D-10, E-4,F- 9, G-11, H-12, I-14, J- 2, K-3, L-1, M-13, N-15,O- 7
23.02.18

NOVABASE PROCURA 100 JOVENS RECÉM-LICENCIADOS

Transcritório - Traduções Low-Cost

estudar online internet PC computador

 

A Novabase, empresa da área das tecnologias da informação, pretende recrutar 100 jovens universitários ao longo de 2018. À semelhança do que acontece em anos anteriores, o roadshow Novabase Academy vai percorrer várias instituições de ensino superior no país de forma a conhecer os recém-formados que possam integrar as áreas de telecomunicações, serviços financeiros, governo, transportes e energia.

Depois de serem selecionados, os jovens têm formação intensiva de duas semanas e em regime de internato.

 

“A Novabase Academy dá acesso a uma das indústrias com maior crescimento e que tem tido um impacto crescente na vida de todos nós, a das tecnologias de informação”, esclarece em comunicado Paulo Crespo, responsável pela formação na Novabase Academy.

 

O Novabase Academy foi criado em 2006 e já integrou mais de 1200 jovens. No ano passado, foram contratados 94 novos colaboradores para a empresa e foram recebidas mais de 500 candidaturas ao programa.

 

Tirado daqui.

 

 

Siga as nossas novidades e veja as ofertas de emprego através do Facebook Veja os packs para cada profissão no nosso site: www.transcritorio.com